Cruz Huguenote

Logotipo da IPRU

A Cruz Huguenote é o símbolo dos primeiros protestantes que chegaram para formar uma Igreja no Brasil em 1557

As cores da Cruz Huguenote da Igreja Protestante Unida são as cores da Bandeira do Brasil, ao mesmo tempo em que liturgicamente:

O verde representa a esperança na herança incorruptível e eterna, a imortalidade, a fé, e indica a vida na graça. Nos lembra o crescimento silencioso, mas vigoroso, que ocorre na natureza;

O amarelo (dourado) representa a realeza de Jesus Cristo e o céu, o Reino de Deus;

O azul representa as Igrejas Reformadas, a diaconia e a expectativa da vinda do Cristo;

O branco representa a transfiguração, os anjos, a inocência e a pureza.

A Cruz Huguenote faz parte da iconografia protestante, sendo um símbolo do Cristianismo, mas que demarca um momento de Reforma da fé cristã durante a Idade Média, é um símbolo de fé da Igreja Reformada e do Protestantismo Francês. Os calvinistas franceses eram chamados de huguenotes pelos seus rivais católicos romanos durante a Idade Média. A origem do nome desta cruz pode vir do antagonismo entre os protestantes franceses e os católicos romanos.

A Cruz Huguenote é também um símbolo dos seguidores de Pedro Valdo, um comerciante francês que viveu durante o século XIII, e que encomendou uma tradução para o francês da bíblia, tendo começado a pregar sem exercer o sacerdócio. Pedro Valdo defendia o direito de que todos os fiéis pudessem ler a bíblia no seu próprio idioma. Os seguidores de Pedro Valdo eram chamados valdenses e juntaram-se, posteriormente, ao movimento protestante.

Nós da Igreja Protestante Unida resolvemos usar a Cruz Huguenote como nosso símbolo porque os primeiros protestantes que chegaram como missionários na tentativa de formar uma igreja no Brasil foram huguenotes franceses, enviado por João Calvino, e se estabeleceram em 1557 numa das ilhas da Baía de Guanabara, fundando a França Antártica. No mesmo ano, esses calvinistas franceses realizaram o primeiro culto protestante no Brasil e, de acordo com alguns, da própria América. Mas, pela predominância católico romana, foram obrigados a defender sua fé ante as autoridades, elaborando a Confissão de Fé de Guanabara, assinando, com isso, sua sentença de morte, pondo um fim no movimento. Inclusive, o Padre José de Anchieta é acusado de ter puxado a alavanca de enforcamento de um dos reverendos mortos.

Também resolvemos escolher a Cruz Huguenote para nos identificar pela razão de nenhuma outra denominação protestantes no Brasil utilizá-la como seu símbolo, assim não seremos confundidos com outros irmãos protestantes anteriormente estabelecidos no Brasil.